Tabela nutricional da USP mostra composição de 1.900 alimentos

Sexta versão da Tabela Brasileira de Composição de Alimentos lançada na última semana traz itens como arroz, sanduíches e produtos industrializados

Foto: Thinkstock/Getty Images

As preocupações com a saúde, o corpo e a alimentação e bem-estar estão cada vez mais vivas no nosso cotidiano. A vida corrida, quase sempre, nos impossibilita de ter uma rotina regrada, onde a os alimentos ingeridos acabam ficando em segundo plano.

No último dia 16 foi comemorado o Dia Mundial da Alimentação. Para celebrar a data o Centro de Pesquisa em Alimentos (FoRC – Food Research Center), sediado na USP, lançou a sexta versão da Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TBCA). A tabela traz a composição nutricional de 1.900 alimentos, incluindo crus e cozidos, produtos manufaturados e pratos compostos. 

A mais nova versão traz novidades como a composição nutricional das receitas mais comuns consumidas pelos brasileiros – como feijoada, arroz, feijão, entre outros; a possibilidade de o usuário fazer buscas por nutrientes específicos, por exemplo, alimentos fontes de proteínas dentro do grupo dos vegetais; e uma ferramenta de avaliação de ingestão energética.

“Temos na tabela dados de alimentos prontos para consumo já adicionados de sal, de óleo e de tempero, diferente de outras tabelas, que trazem alimentos preparados, mas não necessariamente prontos para consumo, como arroz cozido sem sal, por exemplo", disse Kristy Soraya Coelho, doutoranda do Programa de Pós-Graduação Inter unidades em Nutrição Humana Aplicada (Pronut) e pesquisadora do FoRC em entrevista para o Jornal da USP.

O material é amplamente usado por profissionais de nutrição que exploram a composição química de alimentos e compilam informação sobre valores energéticos e conteúdo nutricional para montar cardápios e personalizar dietas.

Lançada em 1998 como resultado de um projeto incorporado pela Brazilian Network of Food Data Systems (Brasilfoods), a TBCA está sendo reformulada desde 2013. O trabalho é liderado pelos professores Elizabete Wenzel de Menezes e Franco M. Lajolo, ambos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP e também pesquisadores do FoRC.

Escolhemos alguns itens para mostrar o número de calorias; acompanhe:

Muito famosa, a receita de Baião de dois, arroz e feijão de corda possuiu em apenas 100 gramas, 126 calorias. Entre as frutas, apenas 100 gramas de abacate possuem 76 calorias. A tabela também mostra os índices de calorias encontrados em pescados. Você sabia que em 100 gramas de camarão sem casca cozido são encontradas até 83 calorias? Sim, a tabela mostra isso.

Os produtos industrializados também são apresentados na relação. Uma mousse de chocolate chega a apresentar até 437 calorias em apenas 100 gramas, enquanto uma sopa de creme de cebola Maggi tem 339 calorias em 100 gramas.  Clique aqui e confira a lista completa com mais e 1.000 alimentos.


Fonte: IG




Deixe um comentário



Comentários




Moio

acidente

Luto

Moio

Policia

Roubo de caminhonete

Moda

Pinching