Polícia pede prisão de 3 envolvidos na morte de PM e extorsão de padre

Religioso sofria extorsão há 1 mês, mas motivo não foi divulgado. Sargento e mais 3 policiais foram até casa dele para tentar flagrante na noite de segunda-feira (19).

Suspeitos são procurados pela Polícia

A Polícia Civil identificou e pediu a prisão temporária de três suspeitos de envolvimento na morte do sargento da Força Tática da Polícia Militar de Araraquara (SP) Paulo Sérgio de Arruda. Ele foi assassinado na noite de segunda-feira (19), em Matão (SP), depois de ir até a casa de um padre tentar um flagrante de extorsão. Arruda estava com outros 3 policiais que não se feriram.

Segundo a Polícia Civil, Edson Ricardo da Silva, de 32 anos, conhecido como Banana, é o suspeito de ter atirado no sargento. Ele estava com Luiz Antônio Carlos Venção, de 28 anos, e Diego Afonso Siqueira Santos, de 22. Os três conseguiram fugir e ainda estão foragidos.

De acordo com o delegado Marlos Marcuzzo, o padre da Paróquia Santo Expedito, Edson Maurício, era extorquido por criminosos há cerca de um mês, mas ele não deu detalhes da motivação. 

Quem tiver alguma informação sobre os suspeitos pode entrar em contato com a delegacia de Matão pelo telefone (16) 3382-1813.


Fonte: G1


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários