Reconhecimento facial será implantado em escolas locais

Objetivo é combater a evasão e facilitar comunicação entre as famílias e os estabelecimentos


Neste ano, a Prefeitura de Matão – por meio da Secretaria de Educação e Cultura – implantará nas escolas municipais de Ensino Fundamental e Ensino Médio a tecnologia de reconhecimento facial dos alunos. Cerca de 3 mil estudantes serão cadastrados, tendo como objetivo controlar a frequência escolar e possibilitar maior comunicação entre as famílias dos alunos com os estabelecimentos da rede pública de ensino.

O sistema de reconhecimento facial foi projetado e desenvolvido para atender a realidade das escolas públicas, por isso é um sistema totalmente web, hospedado em servidores, podendo ser acessado de qualquer lugar pela Internet, em tempo real, sem a necessidade das escolas arcarem com computadores e servidores de última geração. Isso permitirá uma melhor administração e acompanhamento eficiente da frequência dos alunos e dos funcionários das escolas, auxiliando no gerenciamento, na segurança e na democratização das informações para todos os níveis da hierarquia administrativa.

Segundo o prefeito Edinardo Esquetini, esse é mais um compromisso do Executivo que está sendo cumprido. “Estaremos inaugurando em breve mais um Cras, dando manutenção em escolas e construindo creches; agora implantaremos esse sistema inovador na cidade, por meio de indicação do vereador Luis Mansini. Ao ser instalado nas unidades de ensino, o reconhecimento facial trará tranquilidade aos pais dos alunos, pois saberão imediatamente, por meio de mensagem, que seus filhos estão seguros e dentro das escolas, além de possibilitar o monitoramento da merenda escolar. Isso comprova o nosso compromisso de ‘cuidar de pessoas’, dando prioridade à Educação”, diz Esquetini.

De acordo com a secretária de Educação e Cultura, Adriana Marangoni, o sistema funcionará da seguinte forma: os alunos serão previamente cadastrados e, sempre que chegarem à escola, terão seus rostos ‘escaneados’ no equipamento, que registrará a presença. Os pais receberão este registro no celular via SMS. “O sistema proporcionará não só controlar a frequência dos alunos, como também melhorar as condições de planejamento e intervenção imediata nas escolas que apresentam baixos índices de frequência. O envio de SMS, push e e-mail também servirá para campanhas educativas, convite para eventos e convocação para reunião de pais e mestres. Os módulos de integração com o Bolsa Família, a ação social do município e o Conselho Tutelar oportunizarão o envio das informações sobre a assiduidade dos alunos de forma automática a esses órgãos, para que sejam tomadas as medidas sociais pertinentes”, enfatiza a secretária.

Adriana acrescenta que, além do equipamento proporcionar o controle sobre a evasão escolar, o contato com as famílias será bem mais eficaz. “Assim que os portões do colégio são fechados, o sistema realizará o envio automático de e-mail, push e SMS (mensagem de texto) ao celular dos pais ou responsáveis dos alunos, o que garantirá maior tranquilidade às famílias”, conclui a secretária. Antes de colocar o sistema em funcionamento, os diretores e professores da rede municipal passarão por um treinamento e, somente depois, farão o cadastro dos alunos e o registro dos números dos celulares dos pais e responsáveis que possam receber as mensagens.


Fonte: AIP


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários