Novos médicos chegam a Matão

Doze profissionais se apresentaram pelo Mais Médicos


Na tarde de sexta-feira (30) a Prefeitura de Matão apresentou doze médicos que se inscreveram para trabalhar na cidade. Eles substituirão os profissionais cubanos pelo programa Mais Médicos. A proposta é atender a saúde básica do município melhorando o trabalho que já era feito.

Na ocasião, a administradora do Hospital Carlos Fernando Malzoni, Denise Minelli, salientou a importância da qualidade da saúde pública para diminuir custos com internações e a procura no Pronto Socorro. Ela reforçou também a parceria Hospital – Prefeitura. A maioria dos novos médicos, aliás, já conhecia Matão porque fizeram internato no hospital.

De acordo com o prefeito, Edinardo Esquetini, quando foi anunciado o rompimento do programa Mais Médicos, em meados de novembro, todos os municípios foram pegos de surpresa. “Para nós foi um susto. Conseguimos uma audiência com o Ministro da Saúde e o presidente Michel Temer e fomos a Brasília discutir a questão”, conta. Segundo Esquetini, já havia uma proposta. A partir daí foi aberto um novo edital e os novos médicos (brasileiros) podiam escolher onde iriam trabalhar.

Foram abertas 17 vagas para Matão e os profissionais têm até dia 14 deste mês para se inscreverem. Dos que já estão na cidade, dois são matonenses e os outros vieram de cidades como São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Barretos, Jardinópolis, Ituiutaba (MG) e Cáceres (MT).

Segundo o secretário de saúde do município, João Guimarães Junqueira Neto, o salário dos médicos continua sendo pago pelo Governo Federal. Ao município cabe um incentivo de moradia, transporte e alimentação, assim como já era feito anteriormente. Os médicos são clínicos gerais e devem começar a atender nos próximos 15 dias.


Fonte: Ingrid Alves


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários