Alunos ganham medalhas em Olimpíada de Matemática

Uma de bronze e duas de participação foram obtidas em evento internacional


O IFSP-Matão teve três representantes nas finais da primeira edição da ‘Olimpíada de Matemática dos Institutos Federais’ (Omif). A competição internacional é voltada a alunos do Ensino Técnico Integrado ao Ensino Médio das instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica Brasileira e para alunos de escolas do exterior do Ensino Técnico de nível médio compatível.

Na cidade mineira de Muzambinho, entre os últimos dias 19 e 21, a equipe do IFSP-Matão, liderada pelo professor Beethoven Adriano de Souza, fez bonito e trouxe uma medalha de bronze com o estudante Fernando Henrique Rincão e duas medalhas de participação com os estudantes Vítor Hugo Ferreira e Jaílson Pavin.

“Acredito que a prova teve a função de mostrar principalmente onde posso melhorar; além disso, esse evento gera vários laços, tanto com a instituição ‘Instituto Federal’ quanto com os alunos de outros Estados que eu não conhecia”, comenta Fernando, aluno do terceiro ano do curso Técnico em Açúcar e Álcool, medalhista de bronze na Omif.

A competição aconteceu em duas etapas. A primeira em nível local e a segunda, internacional. Durante a realização da segunda etapa, em Muzambinho, além da prova, os estudantes participaram de palestras, oficinas, mostras de jogos e minicursos. “Trata-se de uma oportunidade única que o IFSP nos dá de viajar, conhecer gente do Brasil inteiro, sotaques e culturas diferentes, debater a prova e aprender”, ressalta Vitor Hugo, aluno do segundo ano do curso Técnico em Açúcar e Álcool.

Ao todo, 150 unidades de todo o Brasil participaram da competição – sendo todos os Estados brasileiros representados, exceto o Acre. Foram 12.300 estudantes participantes da primeira fase e 347 convidados para a prova da segunda fase. “Foi uma experiência enorme, porque pensei no meu futuro, e não no agora”, considera Jailson, aluno do primeiro ano do curso Técnico em Alimentos.

“Este evento é muito importante, pois, além de estimular o estudo da Matemática, possibilita aos nossos alunos terem contato direto com pessoas e culturas de todo o Brasil. Nosso campus tem uma equipe de professores mestres e doutores em Matemática muito unida e comprometida com a formação integral de nossos alunos”, enaltece Beethoven.

No total, o IFSP somou 12 medalhas nessa Olimpíada, reiterando o objetivo em estimular o interesse pela Matemática, suprir déficits no aprendizado do Ensino Fundamental, melhorar o desempenho dos alunos na escola e promover a interação de culturas diversas, aproximando alunos de países diferentes com um propósito comum: aprender a gostar da Matemática.


Fonte: Rogério Bordignon


  • Compartilhe com os amigos:


Deixe um comentário



Comentários